Pages

Abraço-te...

















abraço os teus medos
abraço os teus anseios
abraço os teus desesperos
abraço as tuas noites
abraço os teus dias
abraço as tuas alegrias
abraço a tua miséria, sim
abraço… porque tudo isso és tu,
abraço… porque quero abraçar o meu Senhor Amado
que vive dentro de ti, sempre

abraço, porque essa tua pobreza
é o que mais atrai o olhar do meu Senhor.
abraço, porque sei serem os anawîm, os pobres, os herdeiros
do Abraço Amante de Deus…

sim, eu não sou anawîm… eu não tenho nome algum…
sou cruz com a Cruz do meu Senhor que há-de ser ressuscitada
anawîm sois vós, somos todos os que O buscam, seja qual for o modo,
somos todos os que n’Ele repousam
porque os que já possuem tudo, já não precisam de mais nada.
Os que se enriquecem de vazios estéreis,
não querem precisar d’Ele… e Ele nunca Se impõe,
nunca força a Sua Presença em nós… quer-nos livres, livres
livres para O acolher, livres de escolher não O acolher…

O pobre grita, sim
o pobre chora, sim
o pobre pede socorro, sim
abraço-te… porque tudo isso és tu,
és tu e o olhar pleno de Amor do meu Senhor,
que na tua pobreza O atrais irresistivelmente na tua maior angústia,
e também no teu maior louvor e alegria.

É que, porque Ele quer habitar em ti,
pelo Seu Espírito, escava,
escava e escava dolorosamente espaços imensos dentro de ti
faz-te desejar loucamente a Sua Presença aí, em ti
faz-te ardentemente desejá-l’O, só a Ele
para que, finalmente O chames… e grites por Ele só,
o Único que preenche o teu coração.
Na liberdade que te deu, Ele jamais chegaria assim, perto de ti
sem que lho suplicasses de todo o coração

e Ele vem
sim, Ele vem
no Silêncio
na Paz
Ele vem
e faz em ti, Sua Morada para sempre
e fica aí, dentro de ti,
e far-te-á sentir essa Sua Presença apenas se for da Sua Vontade
Mas está, mesmo que não O sintas nas noites da vida,
mesmo que não O sintas nas alegrias das madrugadas…


abraço a tua alma, e nela suplico por ti…
talvez a minha vida não sirva para nada mais, mas isto farei sempre
por ti, que por aqui passas, mesmo que passes sempre em silêncio
por ti, que por aqui passas, procurando-O como eu O procuro…




14 comentários:

andarilho disse...

Orarei por ti e por todos na Terra Santa.... força, coragem, silêncios abundantes...

Fora-da-lei disse...

Obrigada anawîm pelo teu abraço,aceito e retribuiu da mesma forma, simples e divina.
Tantos e tantos ansiosos por um abraço,que o Pai "toque" a todos e estes se deixem tocar.
Modéstia à parte,todos servimos para algo,nem que seja para aborrecer ou outros com a rebeldia....risos LOL

elsa nyny disse...

Anawîm!!

Mais que ler...sinto, choro as tuas palavras, escritas com o teu sangue...sente-se...
abraço-te alma doce, coração pedacinho de Jesus.
A tua vida ´muito importante e util, acredita!

Anónimo disse...

anawîm...


Poeta de Deus.
Obrigada.

Beijinhos carinhosos da amiga do Brasil.

Anónimo disse...

Ter�s que ter um abra�o bastante forte... e uma ora�o muito paciente. Sinto-me a mergulhar na noite, sem for�as para o evitar.
Sinto-me sozinha numa batalha que para mim come�a a perder o sentido.

Por um lado sinto-me cansada, mas por outro... onde irei? S� o Senhor tem Palavras de Vida Eterna.

Dou gra�as a Deus, por Ti.

anawîm disse...

Que fraco seria o meu abraço, se não fosse imagem ténue do Abraço que o meu Senhor e teu Senhor tanto anseia dar-te... basta quereres, é só consentires, nada mais Ele te pede agora.

Só a Palavra Amante do nosso Deus dá um rumo a seguir às nossas vidas... dizes bem. N'Ele, com Ele, por Ele todas as batalhas terão sentido. E só a Palavra Amante nos guiará em segurança ao Seu Coração que arde em ânsias de te abraçar...

Peregrina tão amada por Deus, sentes a noite chegar...? Então mergulha, sem medos, dentro dela... na noite que sabes bem que irá amanhecer um dia,
na noite onde só assim se podem ver as estrelas,
na noite, onde os amantes se encontram: a tua alma com o teu Senhor e teu Deus... ainda que não o entendas...
e repousa no Coração d'Ele. Se soubesses quanto Ele espera por ti... se soubesses como Ele te ama... se soubesses como Ele deseja o teu sorriso...
a caminho, sempre de olhos postos na meta, sempre, olhos posto n'Ele só... Ele te conduzirá... ama e confia e entrega-te à caminhada... peregrina tão amada por Deus

malu disse...

Assim seja Anawim.

Que doçura este abraço. Espero nEle e a todos abraço também.

DairHilail disse...

que bom este abraço...

joaquim disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
joaquim disse...

Amigo anawîm
recebo o teu abraço repleto de amor e retribuo-to com o mesmo amor, que é aquele que nos dá o Senhor.
Obrigado também, porque embora não saibas tinha um texto para colocar no Verdade e estava a discernir se o devia fazer.
Ao ler-te, escutar-te e porque tocas de certa maneira no assunto, percebi que era a resposta que esperava para tomar uma decisão.
Esta tarde vou estar em Adoração ao Santissimo Sacramento, na minha Comunidade.
A Ele te entregarei, bem como todos os que O procuram de coração aberto.
Abraço amigo e obrigado em Cristo

Sol da manhã disse...

"e fica aí, dentro de ti,
e far-te-á sentir essa Sua Presença apenas se for da Sua Vontade"

Anawîm, por mais voltas que dê à cabeça, desde que publicaste este poema, não consigo entender esta frase. Aquele "apenas" está-me a baralhar toda... E já me pus para aqui a pensar, mas...se calhar não é mesmo para entender...

Um abraço,
Maria
Andorinha "anawîmzinha"

anawîm disse...

...apenas e só quando Ele quer... sim...

... quando crianças, no regaço da mãe, bebemos leite...
... quando adultos, se o nosso alimento fosse só leite, e vivessemos somente no regaço da mãe... por mais delicioso e confortável que isso até fosse, morreríamos...

assim o Esposo da nossa alma nos alimenta e nos sustenta... O que conhecemos como Presença de Deus é um sentimento de agradável Paz, Felicidade e Amor plenos...
mas, se Ele vê o coração a fortificar-se espiritualmente, vai sustentando-o com um alimento mais substancial... diferente, e deixa de nos fazer sentir esse "quentinho" porque, para quem quer avançar caminho mais intenso e profundo para chegar a Ele não poderá deter-se naquilo que os sentidos captam, é por isso que surgem as noites espirituais (nas quais é fundamental encontrar alguém que nos ajude a fazer esse caminho espiritual de intimidade tão profunda com Deus)...... porque Deus, quer tornar-nos cada vez mais semelhantes a Ele, vai-nos como que "divinizando" n'Ele... (Deus não faz isto com todos os corações... só alguns, aqueles que Ele lá entende... assim como nem todos podemos ser carpinteiros, ou padeiros, também nem todos podemos ser contemplativos) e para isso, a nossa sensibilidade pode ser obstáculo por ser sentimento que nos agarra à terra e não nos deixa completamente livres para as coisas do Espírito.

Perdoa-me.... falei demais... se calhar ainda fui baralhar mais esta pequenita anawîm

Sol da manhã disse...

Hmmm...

Antes de mais o meu muito obrigado por teres tido o cuidado de me responder. Isto não é muito fácil de "descascar" para mim, sobretudo a parte da liberdade pessoal. Eu entendi o que disseste e não falaste demais :)!

O que tu disseste, por outras palavras, é isto?

Deus é Pai. É uma família em comunhão de Amor, e se Deus é Pai (leia-se pai e mãe) educa-me, ensina-me, AMA-ME! Não quer que eu seja Infalível, mas FELIZ! É no estabelecimento e no aprofundamento destes laços de amor com Ele que eu me torno Mais para os outros, que eu musculo o coração na arte de ser pessoa. Mas isto tudo só se eu quiser. É a minha opção! O mesmo se passa na educação dos pais com os filhos numa família. Os pais educam um filho, ensinam-lhe que é bom e mau, amam-no, ajudam-no a crescer, mas depois a dada altura da vida é o filho que escolhe, quem toma as decisões! O mesmo se passa connosco em relação a Deus!

Um bebé começa por fixar os olhos da mãe e vai lentamente, à medida que os laços afectivos se fortificam, conhecendo partes da face da mãe e a sua voz até que um dia, toma consciência que as partes formam um todo.

Na minha vida, com Deus passa-se o mesmo. É uma relação/crescimento gradual, progressivo (às vezes doloroso) a sós mas também em comunidade que dura para TODA a vida e que gera VIDA!


Se calhar estamos a falar do mesmo :)! Perdoa a lentidão desta "anawînzinha".

Um abraço,
Maria

anawîm disse...

pequenita "anaw�mzita",
completas muito bem o meu pensamento...
� que, porque Deus nos ama infinitamente, n�o Se imp�e, apenas Se prop�e...

Este nosso Deus est� SEMPRE presente em N�S e em TUDO... mas nem sempre o olhar menos atento se apercebe desta permanente presen�a


Abra�os imensos, fica na Paz que Ele te oferece em cada manh�