Pages

com letras de ouro
gravadas com fogo ardente
em mim vais esculpindo as Letras Santas
como poderei fugir do teu Olhar
se o Teu Olhar tocou, queimando, o meu coração
que arde sempre que Te escuta
nessas Letras Santas
gravadas com fogo ardente
que reconheço escritas… esculpidas…
em todos os corações, meus irmãos

«Passei a noite a dialogar com o meu coração,
queria meditar e o meu espírito perguntava:
Continuará o Senhor para sempre ausente (…)?
Ó Deus, santos são os Vossos caminhos (…)
Abristes o caminho através do mar…
e ninguém descobriu os Vossos vestígios…»
Sl76

e ninguém descobriu os Teus sinais…
e ninguém descobriu os Teus sinais…
e ainda eu me pergunto:
como poderei eu ter a ousadia
de escrever os “salmos” dos dias de hoje?
deveria calar… deveria calar…

1 comentário:

elsa nyny disse...

Mano! Mano!!!

Não cales, não cales!!!
Queremos continuar a ouvir e a sentir o teu coarção Coração de Jesus!

Beijinhoss!!