Pages

Tempo… Luz… Eternidade…




Os minutos…
os dias…
os anos… vão-se
… ai de mim, se
indo-se eles
eu me ficar


porque é vida ir
suavemente, no tempo


porque é vida o deixar-se transformar
docemente, com o tempo
que o corpo
se desvaneça assim, devagar
que cada partícula do ser se torne
… transparente
para que assim possa entrar e transparecer
essa alegre e verdadeiramente
viva Luz de Deus,




num desaparecer gradual dos suaves
e harmoniosos traços exteriores
para que se apurem
e suavizem
os “traços” interiores

Porque esse tempo
cheio de tempos
não pode ser tempo,
em Deus é eternidade


Num docemente envelhecer…
… para ser alegria da Luz
cada vez mais Luz com o Ressuscitado
cada vez mais caminho de Luz ressucitada
para os que caminham comigo, contigo…







7 comentários:

Ni disse...

Caminho sozinha, contigo, com Ele... convosco... "para que assim possa entrar e transparecer essa alegre e verdadeiramente viva Luz de Deus".

Simplesmente lindo, eterno.

Tempo... de um bjinho.

Fora-da-lei disse...

Daí ser uma apaixonada pela estação que se aproxima,o Outono,trazendo a suavidade,a serenidade, a proximidade para o Abraço tão desejado.
Tempo de largar,tanta "tralha" e aspirar ao Alto,abandonando e confiando à mercê dos ventos o Amor do Pai.

elsa nyny disse...

Mano! Mano!!!

Como eu amei caminhar contigo, com Ele por este tempo...!

Hoje convido-te a vires lançar ao mar, a tua mensagem na garrafa!

bjtos

Mara disse...

anawîm...


Lindo seu post. Muito significativo pra mim.
Sempre amei Setembro (desde bem pequena), e esperei com ansiedade. Talvez... pela chegada das flores (Primavera em meu país).
E é em Setembro que (costumo dizer) Deus me deu dois grandes presentes.
A aceitação da "partida" de meus pais.


Abraços com amor fraterno.
Uma amiga do Brasil.

A Capela disse...

Anawim,

Passo por cá a uma hora um pouco sem tempo definido, entre a noite e o dia - o ser ou pairar. Entre o esvanecer e o raiar, entre a paz e a harmonia, centrada nos 'traços interiores', da alma onde O espero encontrar.

São estes momentos, sem tempos em que nos falas do Ressuscitado, que nos mantém o espírito nEle acordado.

Abraços!

Peregrino disse...

estou atento..escuto..ler, só na alma poderei perceber a mão do Amado... ora pelos dias que se aproximam, muito que fazer por tantos que pedem pão e água...

anawîm disse...

ni,
caminha então... sê luz, com a Luz... deixa-te iluminar por Ele... sempre num abraço luminoso

Rebeldia-do-Pai,
gosto mais ainda do Inverno, acreditas? E adoro trovoadas... habituei-me a vê-las desde criança, da varanda onde vivia, viam-se tão bem os raios que caiam dos céus... e aquele instante sublime, uma eterna mania que tenho de contar os segundos entre a luz e o som... fascina-me sempre a velocidade a que chega a luz, e o som que demora e chega tão depois... e se os segundos entre a luz do relampago e o som são muito poucos, é porque o temporal está mesmo sobre nós... sublime... sublime... mais, muito mais que as folhas de Outono...

elsita... coração feliz tão de Deus,
mensagens dentro de garrafas... oh menina...!!! prefiro gritá-las aos ventos, e hoje bem que me apetecia fazê-lo...eheheh. Abraço para ti.

Mara,
que bom "ver-te" por aqui! Não tinha ideia que Setembro é primavera por aí... que beleza... por aí os pássaros começam a chegar e começam a despontar as cores dessa tão bela estação... é belíssima a primavera, tempo de renascer. Os pais da Mara habitarão sempre no coração da Mara, e sorrirão através do sorriso da Mara...

Maluuuu...
sempre desperta, mesmo dormindo nos braços do Amado Eterno...

peregrino do Reino dos Céus,
confio na tua escuta atenta... oro, sim, sempre sempre sempre, bem sabes que sim, por ti e por todos a quem levas o Alimento do Pai