Pages

viver NA vida

“Perguntaram ao Dalai Lama:

- O que mais o surpreende na Humanidade?

Ele respondeu:

- Os Homens…
Porque perdem a saúde para juntar dinheiro,
depois perdem dinheiro para recuperar a saúde.
E por pensarem ansiosamente no futuro,
esquecem o presente de tal forma
que acabam por não viver nem o presente
nem o futuro.
E vivem como se nunca fossem morrer…
… e morrem como se nunca tivessem vivido.”



Há instantes na vida em que pensamos nesse momento da morte, sobretudo quando quase sentimos o seu “abraço”.
Mas é um assunto tabu, ainda, em muitas mentes.
Recordo-me do meu tio-avô, homem simples mas de uma grande e rara inteligência, que quando sentiu aproximar-se esse momento, serenamente chamou os filhos e deu-lhes uma palavra de conforto e paz, chegou até a dizer como desejava que se fizesse a cerimónia das exéquias, com todos os pormenores…
Hoje eu sei que ele continuou por esse caminho misterioso, na Paz!
Estás a arrepiar-te com este assunto? Parece-te talvez mórbido…?
Eu não o sinto, e, garanto-te, gosto muito de viver, e sou feliz a viver…

A nossa sociedade ensinou-nos a olhar para a morte como um “monstro fantasma papão”, porque faz parte da nossa natureza temer tudo aquilo que não conhecemos.
É por isso que considero privilegiados aqueles que acreditam em Jesus Cristo. Ele é a garantia de que esse “monstro fantasma papão” que assusta tanta gente é um instante de tempo em que se abre uma porta para uma outra realidade, uma outra vida…
Há uns meses atrás coloquei aqui um filme que hoje vou colocar de novo.
Na altura deixei as interpretações em aberto, mas hoje resolvi revelar-vos a “leitura” que tinha e tenho desta história.



O peixe… um sonho profundo, uma fonte de inquietação inicial que desejamos perseguir, porque nos persegue o pensamento… tentamos entendê-lo pelo conhecimento dos livros, revelamos a presença desse peixe àqueles que estão connosco sem muitas vezes saber qual o efeito que isso neles provoca. Muitas vezes chega a fazer-nos perder a paz, quer de dia quer de noite na sua busca, podem-se até criar altos esquemas para perseguir esse sonho, e este leva-nos até onde nunca sonharíamos que poderíamos ir…. se optarmos verdadeiramente por segui-lo

quando tudo serena, e nem damos por isso, estamos Lá

O meu “peixe”… o meu sonho é Jesus Cristo,
e o teu, qual é?
Consegues, neste pequeno filme perceber qual o momento exacto dessa passagem misteriosa?
A nossa vida é assim mesmo, em segundos estamos Lá, a continuar a Viver, e apenas será viver de uma forma um pouco diferente.
Mas enquanto aqui estiveres tens uma missão, um apelo a cumprir, que é preciso descobrir, sempre…
Que cores de vida, de alegria, de esperança, de paz,
de... Deus...
deixas hoje e agora ao mundo?


“Vigia e ora, porque não sabes o dia nem a hora” Mt 25,13

(PERDOEM-ME OS QUE JÁ POR AQUI PASSARAM... MAS, ACABEI DE ENCONTRAR ESTE TEXTO "DELICIOSO"... QUE ACLARA TÃO BEM ESTE ASSUNTO, QUE NÃO RESISTO A JUNTÁ-LO AQUI ÀS MINHAS FRACAS PALAVRAS... ESPERO QUE O PE.RUI SANTIAGO ME PERDOE ESTE MEU ABUSO...EHEHEH... TEXTO NA ÍNTEGRA PRA QUEM QUISER MAIS UM POUCO Vamos à Morte, que a Vida é certa)


"(...) Nascemos para uma Festa! Assim como o primeiro parto nos fez nascer para a Comunhão Humana, assim o parto definitivo nos fará nascer para a Comunhão Humano-Divina que agora ainda não podemos experimentar sem as misturas do pecado, das ambiguidades e das imperfeições próprias de uma História em Construção.
Se reparares, todos os nascimentos e renascimentos da nossa Vida nos dão à luz para um Encontro. Isto é especialmente grandioso e verdadeiro no parto primordial da nossa Vida e no parto definitivo!Hoje a Morte é assunto “tabu” na nossa cultura. Camuflamos o mais possível, tiramo-la de nossas casas, não falamos dela, colocamos-lhe maquilhagem “para manter as cores vivinhas”, e até quando acontecem em contexto de guerra se chamam “danos colaterais”…
Por outro lado, liga a televisão durante uma tarde de domingo, e tenta contabilizar quantas mortes acontecem nos dois ou três filmes de uma tarde! Podes sempre tentar com o telejornal, porque também funciona! Quem vê o telejornal enquanto come, nem se dá conta de que todos os dias as suas refeições são relatórios extensos de mortes!
É estranho… “ela anda aí”, mas não se toca no assunto, não se fazem perguntas… Não se olha de frente para a Morte porque nunca se olha nos olhos do “Papão”; cobrimo-nos antes com o lençol ou fazemos que não vimos, para esquecer depressa.Temos que aprender cada vez melhor a Viver como Discípulos de Cristo, amigos íntimos de um Ressuscitado, companheiros do Senhor da Vida!
A Morte é a soleira da porta “lá de Casa”, da Nossa Casa, a de verdade, a realmente “Nossa” e realmente “Casa”! Aquela Casa de que Jesus nos falou: “Vou preparar-vos um lugar na Casa do meu Pai… meu Pai e vosso Pai… porque o Espírito Santo virá a vós…” (Jo 14, 2; 20, 17; 14, 17)Viver é estar a Caminho de Casa! Sim, estamos a Caminho!!! Foi esse o grande engano do Povo de Israel da Antiga Aliança: pensaram que a Terra Prometida que Deus tinha para dar era a Palestina! E instalaram-se… Deixaram de ser um Povo a Caminho. A Terra Prometida não era ainda a Palestina, mas sim o Reino de Deus que Jesus anunciou e proclamou. A Palestina era apenas mais um ponto de encontro no Caminho, como o tinha sido o Monte Sinai…Estamos a Caminho da nossa Terra, da nossa Casa, da nossa Família…
Estamos até a Caminho de nós próprios! No entardecer da nossa Vida entenderemos tantas coisas… Muitas que agora apenas intuímos, e muitas outras que por enquanto nem sonhamos…Imagina um bebé na barriga da mamã quando chega a hora de nascer. Imagina-lhe o medo quando começa a sentir os músculos abdominais a empurrá-lo para fora, a expulsá-lo da única forma de vida que conhece…
Consegues imaginar o medo de morrer que nos dá na hora de nascer?!E quando na barriga da mamã estão dois gémeos e um nasce, o que achas que entretanto pensa o outro? “Ele morreu!”Só perceberá que o irmão nasceu quando ele próprio nascer e se encontrar com ele de maneira nova. A não ser que escute e acredite na voz do Papá que, colado à barriga da mãe, lhe diz que agora é a vez dele, que o mano já nasceu bonito e forte, e que têm todos uma grande festa preparada para ele também! Percebes?...Pela Fé temos o privilégio de ver todas as coisas “pelo lado de dentro”, para lá da “casca”.
A Ressurreição é a Morte vista do lado de dentro!A Ressurreição é a Divina Transfiguração da nossa Vida, a Assunção Divinizante da nossa Vida na Comunhão Universal das pessoas Divinas e das pessoas Humanas já nascidas para a VIDA!A Morte é a Passagem Libertadora (Páscoa) pela qual nos tornamos eternamente a plenitude divinizada do que humanizámos (a Vida Amorizada, Livre e Responsável a que chamamos “Coração”).É a “Porta Estreita” na qual só passa o Coração! Tudo o que não é Coração fica para sempre do lado de fora da Sala do Banquete!Por isso é que não é neutro “viver assim ou viver assado”! Porque na Festa Eterna do Céu cada um dançará com o jeito com que tiver treinado na História!
Sim, é esse o Céu que Esperamos! Por isso é também esse o Céu que “construímos”, aquele que Jesus nos ensinou a chamar “Reino de Deus”. Porque a Esperança Cristã não é a atitude de quem “aguarda”, mas a força transformadora da realidade de quem constrói e antecipa aquilo que Espera!A verdade maior disto tudo é que quando não aprofundamos o Sentido da Vida temos medo do seu fim, porque só vale a pena viver quando já descobrimos as causas pelas quais vale a pena morrer!Sim… só então somos inteiramente livres, quando descobrimos que as causas que valem para morrer são exactamente as mesmas que valem para viver!Só não têm medo de morrer aqueles que muito amam e entendem a sua própria Vida como semente de renascimento e descoberta de Sentido para outros. Em Cristo percebemos que aqueles que se fazem Servos do Amor se tornam Donos da Vida e da Morte, porque “o Amor é maior que a Morte!” (Cant 8, 6)

Não têm medo de morrer aqueles que gastaram os seus dias a entesourar a abundância que a “irmã Morte” não engole!A Sabedoria de Viver nunca anda desligada da Arte de Morrer…Quanto ao resto, tudo volta sempre à velha história que continua a assustar os camelos e a pôr em pânico as agulhas… "
Pe.Rui Santiago

12 comentários:

malu disse...

Anawim,

Já está tudo bem contigo?
Gostei do video e da tua reflexão. Não tenho andado muito por cá. Sabes que estive um dia destes, eu também, mais para Lá? Pois é... Ainda estive para contar na 'capela' como foi, mas isso é o que não importa - pensei, mas o que me tem dado que pensar. Acho que perdi o piu eh eh e não pelo susto, mas pelo que penso que Ele me quis dizer e é nisso que tenho estado centrado. Por isso, não imaginas como me calha bem a leitura deste teu post.

Obrigada e que Ele te abençoe.

malu disse...

Deixa-me emendar : centrada

É preciso sonhar Jesus.

anawîm disse...

oh maluuuu, deixaste este meu coraçãozito preocupado.
Estás bem?!

Sonhar Jesus, sim, sempre... se bem que Ele, às vezes, nos dá um bocado que fazer, com aquele Coração-Menino-Deus que Ele tem, que é muito traquina connosco... porque tanto nos ama!!!

Ni disse...

Já conhecia a frase de Dalai Lama... que me faz sentir um pouco ridicula, estupidamente egocêntrica...
Enfim... a mistura de sentimentos aprofundou-se com os arrepios das perguntas... a tranquilidade chegou ao ler(-te): "mas enquanto aqui estiveres tens uma missão, um apelo a cumprir, que é preciso descobrir, sempre...".
... Tento responder e acho que Ele me diz que as cores que deixamos são aquelas com que Ele vai pintando a nossa vida.

Pinta, com Ele, sempre.
...
Que num abraço seja possível colorir um pouco mais...

Força!

pe.cl disse...

"Mas enquanto aqui estiveres tens uma missão, um apelo a cumprir,..."

Como me soube bem neste fim de dia esta tua partilha amigo ANAWIM...

Como tocou as cordas do meu coração num ritmo de calma e serenidade...

Desejo ardentemente cumprir este apelo que Ele me dirige, oxalá os caprichos deste coração não toldem o sonho que agora mais que nunca quero voltar a sonhar.

Abraço no Pai.

joaquim disse...

E esse sonho que persigo e se torna real e vivo em mim, Jesus Cristo, ao dar-me uma dimensão da morte como uma passagem para a Sua totalidade, dá-me uma dimensão da vida que alcança a eternidade...

Hoje em Fátima, lembrei-me de ti...
Não te conheço pessoalmente, mas hoje um monge veio ter connosco, Comunidade Luz e Vida, e quis celebrar a Eucaristia connosco...
A sua doçura e o seu trato fizeram lembrar-me de ti...

Abraço amigo em Cristo

anawîm disse...

Ni,
então menina?... Olha que, pelo que me tens revelado de ti, nesse teu belíssimo coração, absolutamente nada vejo de ridículo e menos ainda egocêntrico...!!!
A tua "missão" é bem bonita, muito altruísta! É uma belíssima parte da totalidade da missão que tens que ir descobrindo em cada dia... semeando o perfume das cores nos corações que vais encontrando nos teus caminhos! Abraço forte, forte a tua alma...

pe.cl,
eheheeeeh.... deixa-me rir aqui um bocadinho com uma palavrinha que tens aí no comentário.... ai que coração tão de Deus és
Sabes a alegria que me dás ao ler-te? Parece que até ouço os anjos dos céus a pular de alegria, em cima das nuvens... talvez seja por isso que tenha chuviscado por aqui, hoje...! Caminha com quem te possa ajudar a ver o caminho... não o esqueças... às vezes o nosso próprio coração nos engana, esses caprichos do coração podem desviar-nos do caminho, é por isso que é tão importante deixar que Ele Se revele e mostre a Sua Vontade através de alguém que deixes que conheça o teu coração... e deixa-te conduzir...
Estou tão feliz por ti, se soubesses quanto!!!!... E ver-te nessa disposição, "a jeito", para recebê-l'O sempre na tua vida inteira e total. Abraço muito forte, muito feliz no Deus-Alegria

Amigo Joaquim,
É sempre tão bom ver o teu coração perseguir esse Sonho! Um Sonho que parece que começa em cada instante de Vida, um eterno começar... Sempre e em cada instante de vida, um eterno começar aqui e agora, esse abraçá-l'O naqueles que Ee vai colocando nos nossos caminhos... Abraço-te a alma

elsa nyny disse...

Mano, Mano!!!

sabes que eu já estive no limiar do outro lado...? Pois estive três dias em coma...e não tinha vontade nenhuma de voltar...estava tão bem, tão descansadinha, algo quase inexplicável...mas voltei...Ele achopu que eu ainda tinha cá coisitas para fazer...

beijinhos!!!!

Fora-da-lei disse...

Desde miúda que a "morte",cuja expressão gosto mais de ultilizar "adormecer",nunca me incomodou.
Este termo Jesus aplicou-o.

Morte para mim aplico-a mais nos outros seres viventes,animais e flores.
Sempre gostei de falar sobre ela,e entusiasma-me a ideia de um dia passar por ela,mesmo que tenha de levar alguns puxões de orelhas bem valentes,nada temo.
Faz-me mais impressão aqueles que passam pela vida "mortos" para os outros ou seja a indiferença.
Desculpa por vezes ser tão agressiva no modo de expressar,mas aquilo que penso é aquilo que salta cá para fora,e sou pão pão queijo queijo,apesar de odiar este...rsr
Abraço em Cristo. :)

pe.cl disse...

Como eu te entendo... quando escrevi por momentos apeteceu-me rir um pouco... depois achei que também tu irias rir a bandeiras despegadas.

Abraço no Pai.

MiguelGomes disse...

Não costumo falar da morte, apenas e simplesmente porque não acredito na ideia de morte que me incutiram... Aliás, este tema é longo, extenso e "simples" de mais para se debater num comentário a um post...

Muito obrigado pelo teu comentário no meu blog... Espero sinceramente que o livro acrescente alguma "coisinha" a este mundo :)

Fica bem,
Miguel

anawîm disse...

elsita
coração alegre de Deus! É tão bom viver, não é?

rebeldia do Pai
"adormecer" ou será finalmente acordar verdadeiramente? Não te acho agressiva, rebeldia do Pai, custa-me que repitas isso (predoa-me agora tu, por favor). Sê o que és, porque és uma belíssima criatura, que sabe bem dizer o que chora ou ri no coração... tantos não são suficientemente "agressivos" para ter a coragem e a arte de o fazer como tu sabes tão bem...
Abraço-te, muito muito forte, mesmo que não gostes de queijo (eu até gosto bastante, já que falas nisso..eeheeeheh, e muitas vezes faço a batotice de o comer sem pão eheh... acho que gosto do que é mais essencial nas coisas!)

pe.cl
gosto de "ver" rir assim a tua alma, nem sabes quanto!...
Coragem! Muita Força! e... adiante no caminho d'Ele, que o resto são "tretas"

miguel
escrita em papel que canta e nos faz pensar... que contente estou por ti, por esse sonho...
... deixa-me sussurrar-te: já acrescentou desde que existes! Abraço forte para ti e para a Ana.