Pages

desta vez a poesia é vossa... pode ser?...

.

.
.
.
Está escuro cá dentro, Senhor...

Parte mais um pouco essa janela...
Mais um pouco, Senhor,
só mais um pouco...

Quero sair de um salto só!
Não quero trepar e sair devagar, não...
Quero pular,
atirar-me de cabeça,
como se daqui conseguisse chegar ao MAR voando.

E sei que chego...Oh, se chego...
Não porque sejam assim tão fortes as minhas pernas
ou porque me cresçam asas na saída,
mas porque do outro lado da Confiança está sempre a Tua Fidelidade...

Por isso chegarei lá nos Teus braços,
voando na palma das Tuas amorosas mãos...

E quando mergulhar,
inteirinho, nesse Mar,
tudo em mim se vai transformar em Gratidão!
Quando levantar a cabeça,
estarei para sempre transfigurado.

Acredito em Ti.

Mais um pouco, Senhor...
Parte só mais um pouquinho
dessa janela que construí
com pedaços de medos, seguranças e egoísmos...

Porque às vezes construímos janelas que quase parecem grades...
Mas isso agora não interessa mais.
Confio em Ti!
Só mais um pouco...

Estou pronto...
m.



Hoje meu Deus...
embora por vezes eu tenha dificuldade em falar Contigo...
quero dizer-Te que agradeço as coisas maravilhosas que me fazes experimentar...
quero agradecer-Te o quanto feliz eu sou

por Te ter encontrado e Te ir descobrindo aos poucos...
quero agradecer-Te por me dares a VIDA...
e por tornares tudo com muito (e cada vez com mais) sentido...
quero agradecer-Te por colocares tudo em movimento

e por me pores a mim muitas vezes aos pulos :D
OBRIGADA Deus por seres o que és e por me fazeres ser o que sou...

Ana Ascensão



Obrigada Jesus, por esta casa que constróis junto com o Anawim,
onde Te venho procurar tantas vezes.
Sempre tens uma palavra para mim.
E sempre me convidas a libertar-me das quatro paredes sombrias, frias e apertadas,
nas quais me encerro em mim-mesma e assim, sem poder aproximar-me de Ti.
Dizes-me que a distância é pouca e que basta eu querer dar o primeiro passo na Tua direcção. Perdoa Senhor, que eu creia haver obstáculos, que eu os construa...
São meros fantasmas e medos; ilusões, lutas espirituais, toda a sorte de inimigos inventados pela insegurança que me trazem presa ao mundo, concentrada em mim mesma e me tem perdida nesta longa noite.
Mas Tu estás aqui e esperas-nos.
Sentimos-Te a Presença e basta-nos invocar o Teu Santo e Poderosíssimo Nome - Jesus! - E logo se abrem as portadas do Teu infinito Amor.
Logo refulge a Tua Luz e se esfumam todos os perigos e sombras.
Já te vejo Jesus, irmão ternura vestido de brilho e Sol, Todo Amor.
Tu és o meu Senhor, o Eterno Amor! Acordas-me e eu já estou indo...
malu



Com a Tua ajuda Senhor,
Derrubei as grades da janela
Que não me deixavam
Sair para fora de mim…
Vejo ao longe o barco
Que ali deixaste
Para eu navegar…
Está virado ao contrário
Como eu estou tantas vezes…
Sozinho Senhor
Não sou capaz de o pôr direito
De o pôr a navegar…
Vem Senhor
E ajuda-me a colocar
Na água nova
O barco da minha vida…
Preciso também
Do vento que faças soprar
Para me deixar conduzir
Aonde me queres levar…
É grande o barco
Reparo agora…
Quantos mais Senhor,
Devo comigo levar…
Todos?
Mesmo todos?
E como vão caber Senhor?
Ah, dizes-me Tu
Que Quem aumenta os pães
E os peixes
Também um barco pode aumentar…
Venham todos então
Vamos juntos navegar
No oceano da vida
Que o Senhor nos quer dar…
Que ninguém fique parado,
Mas todos a ajudar…
Uns nas velas
A bolinar
Outros nos remos
A remar
Mais uns de pé
A cantar
Ainda outros de joelhos
Profundamente
A rezar…
Já O vejo lá ao longe
Vem sobre as águas
A andar…
Diz-nos com alegria:
«Não temais,
sou Eu,
Vim para vos acompanhar»…
joaquim



Desenhas a vida numa janela.
Do lado de dentro o perigo de farpas (soltas)...
As pontas que deixamos
Com medo de partir.

Os olhos começam a deslizar
E vêem a esperança...
Verde... sempre a crescer.
A florescer como sonhos
E alimentar a sede de caminhar...

Já estou para lá do lado dentro...
na terra que recebe os meus passos
E me vê cair, levantar e voltar a tentar.

A espuma toca no chão da alma,
nos pés ainda a sorrir pelo caminho.
E eu voo nas asas do mar,
Sem ondas... sem fim.
Voo na força de não voltar a ter medo de partir.
E, no fundo da janela da Vida,
deixo soltar uma pobre poesia,
enquanto abraço o mundo
e ao ouvido digo Obrigada!
Ni



Eu queria Senhor ser janela
sempre aberta para o mundo
peitoril onde as aves repousariam
dos seus voos para Ti...

Eu queria Senhor que os meus olhos
fossem vidraças onde reflectida a Tua luz
iluminasse o mundo à minha volta

Eu queria Senhor ser onda
que de mansinho viesse bater na areia
trazendo a Tua voz suave que fala de um mundo melhor

Eu queria Senhor ser relva verdejante que fosse
alimento para os animais do campo e assim
pudesse dar vida a quem de mim se
alimentasse...

Mas... Senhor... sou por vezes esta janela
quebrada que não evita que entre o temporal...
sou vidro opaco que não deixa passar a claridade...
sou onda tumultuosa que leva tudo à sua frente...
sou erva que cortada murcha e não mais serve de alimento...

suplico-Te Senhor, toma-me de novo nas tuas mãos...
modela-me, faz-me de novo
e assim serei de novo janela aberta de par em par
de frente para o horizonte.
pe.cl



É preciso "partir" muitas janelas
muitas portas
atirar-nos de cabeça sobretudo àquilo que nos enche e preenche
os nossos vazios e os nossos receios.
A vida é um salto para o Infinito,
saibamos ter sempre os braços abertos
como Jesus manteve os seus para com todos,
mesmo que as nossas quedas sejam sempre desastrosas,
há um local onde aí ninguém consegue partir...

Alma rebelde



Abba, meu Abba

Minha Vida,
Pertença Tua,
Meu Amor que me dás Vida!
Poderia repetir só isto o dia inteiro sem me cansar...

Amas-me tanto meu Abba... TANTO!
Oh Abbá,
meu Mar onde posso mergulhar sem perigo,
Colo onde me posso aninhar,
como se fosse o único grão de areia num areal sem fim...
Gosto tanto de me abandonar no Teu Colo...
sentir as carícias da tua Ruah
que me segredam o teu Amor por mim,
que me fazem arder o Coração,
numa Alegria desmedida, numa Paz quentinha!

Ontem adormeci com um mau feitio viste?!!!
Tchiiiiiiiiiiiiiii...acho que até conTigo resmunguei...
AHAhahahahaha que palermice!
Eu é que não tenho sossego para estar conTigo, só conTigo
e Tu e quem eu gosto tanto, é que pagais as favas.....
E ainda acordei com ele...
Mas já passou.... voou numa bola de sabão para bem longe!
e só espero que rebente num sítio deserto, onde não atinja ninguém!
As outras ficaram a pairar bem junto a mim,
cheias de alegria e boa disposição,
entre risos de criança...
estas são minhas, e são para dar...
Sentei-me na beira da janela, do lado de fora,
e fiquei a olhar-Te!

E fui devagarinho até Ti,
só para te ouvir só a Ti, à minha doce Ruah!

E segredei-te "Amo-Te tanto",
e pedi-Te o desejo que anda a bailar tão cá no meu íntimo
"Ensina-me a Amar-Te, ao teu jeito...
mesmo nesta vida atribulada deve haver alguma forma de
Amar-Te ao teu jeito...Ajuda-me a descobri-la..."

hmmmmmmmmmmmmmmm

m..






(Agradeço muito muito a partilha belíssima que fizeram neste "lugar"
que já é mais vosso do que meu
Abraço muito forte a todos!!!
Quem por aqui passar e ainda quiser partilhar, pode sempre fazê-lo!)
deixa de ser curios@ e escreve diz aqui qualquer coisa ao teu Deus....
ehehe


9 comentários:

m. disse...

Está escuro cá dentro, Senhor...

Parte mais um pouco essa janela... Mais um pouco, Senhor,
só mais um pouco...

Quero sair de um salto só!
Não quero trepar e sair devagar, não...
Quero pular,
atirar-me de cabeça,
como se daqui conseguisse
chegar ao MAR voando.

E sei que chego...
Oh, se chego...
Não porque sejam assim tão fortes as minhas pernas
ou porque me cresçam asas na saída,
mas porque do outro lado da Confiança está sempre a Tua Fidelidade...

Por isso chegarei lá nos Teus braços,
voando na palma das Tuas amorosas mãos...

E quando mergulhar,
inteirinho, nesse Mar,
tudo em mim
se vai transformar em Gratidão!

Quando levantar a cabeça,
estarei para sempre transfigurado.

Acredito em Ti.

Mais um pouco, Senhor...
Parte só mais um pouquinho
dessa janela que construí
com pedaços de medos, seguranças e egoísmos...

Porque às vezes construímos janelas que quase parecem grades...

Mas isso agora não interessa mais.
Confio em Ti!
Só mais um pouco...

Estou pronto.

Ana Ascensão disse...

Mas que curiosa que eu sou ;)

Obrigada por esta oportunidade...

Hoje meu Deus...embora por vezes eu tenha dificuldade em falar Contigo...quero dizer-Te que agradeço as coisas maravilhosas que me fazes experimentar...quero agradecer-Te o quanto feliz eu sou por Te ter encontrado e Te ir descobrindo aos poucos...quero agradecer-Te por me dares a VIDA...e por tornares tudo com muito (e cada vez com mais) sentido...quero agradecer-Te por colocares tudo em movimento e por me pores a mim muitas vezes aos pulos :D

OBRIGADA Deus por seres o que és e por me fazeres ser o que sou...

Anawim obrigada também a ti...:)

malu disse...

Obrigada Jesus, por esta casa que constrois junto com o Anawim, onde Te venho procurar tantas vezes.

Sempre tens uma palavra para mim.
E sempre me convidas a libertar-me das quatro paredes sombrias, frias e apertadas, nas quais me encerro em mim-mesma e assim, sem poder aproximar-me de Ti.

Dizes-me que a ditância é pouca e que basta eu querer dar o primeiro passo na Tua direcção. Perdoa Senhor, que eu creia haver obstáculos, que eu os construa...

São meros fantasmas e medos; ilusões, lutas espirituais, toda a sorte de inimigos inventados pela insegurança que me trazem presa ao mundo, concentrada em mim mesma e me tem perdida nesta longa noite.

Mas Tu estás aqui e esperas-nos. Sentimos-Te a Presença e basta-nos invocar o Teu Santo e Poderosíssimo Nome - Jesus! - E logo se abrem as portadas do Teu infinito Amor. Logo refulge a Tua Luz e se esfumam todos os perigos e sombras.

Já te vejo Jesus, irmão ternura vestido de brilho e Sol, Todo Amor.

Tu és o meu Senhor, o Eterno Amor! Acordas-me e eu já estou indo...

malu disse...

( :) eu sabia... gostei mesmo desta janelita ... Obrigada anawim :) )

joaquim disse...

Com a Tua ajuda Senhor,
Derrubei as grades da janela
Que não me deixavam
Sair para fora de mim…
Vejo ao longe o barco
Que ali deixaste
Para eu navegar…
Está virado ao contrário
Como eu estou tantas vezes…
Sozinho Senhor
Não sou capaz de o pôr direito
De o pôr a navegar…
Vem Senhor
E ajuda-me a colocar
Na água nova
O barco da minha vida…
Preciso também
Do vento que faças soprar
Para me deixar conduzir
Aonde me queres levar…
É grande o barco
Reparo agora…
Quantos mais Senhor,
Devo comigo levar…
Todos?
Mesmo todos?
E como vão caber Senhor?
Ah, dizes-me Tu
Que Quem aumenta os pães
E os peixes
Também um barco pode aumentar…
Venham todos então
Vamos juntos navegar
No oceano da vida
Que o Senhor nos quer dar…
Que ninguém fique parado,
Mas todos a ajudar…
Uns nas velas
A bolinar
Outros nos remos
A remar
Mais uns de pé
A cantar
Ainda outros de joelhos
Profundamente
A rezar…
Já O vejo lá ao longe
Vem sobre as águas
A andar…
Diz-nos com alegria:
«Não temais,
sou Eu,
Vim para vos acompanhar»…

Abraço, amigo anawîm, em Cristo que nos põe a navegar...

Ni disse...

Fiquei tão aflita quando vi o título... O que escrever?
Humm... neste escuro é claro que tem de haver algo que me faça acalmar antes de poisar os cotovelos no parapeito: a tua sensibilidade à minha curiosidade.


Desenhas a vida numa janela.
Do lado de dentro o perigo de farpas (soltas)...
As pontas que deixamos
Com medo de partir.

Os olhos começam a deslizar
E vêem a esperança...
Verde... sempre a crescer.
A florescer como sonhos
E alimentar a sede de caminhar...

Já estou para lá do lado dentro...
na terra que recebe os meus passos
E me vê cair, levantar e voltar a tentar.

A espuma toca no chão da alma,
nos pés ainda a sorrir pelo caminho.
E eu voo nas asas do mar,
Sem ondas... sem fim.
Voo na força de não voltar a ter medo de partir.
E, no fundo da janela da Vida,
deixo soltar uma pobre poesia,
enquanto abraço o mundo
e ao ouvido digo Obrigada!


Anawîm... desculpa, mas esta foi a única poesia que Ele me contava enquanto escrevia.

pe.cl disse...

Caro ANAWIM apesar de não ser grande poeta vou dar largas ao que me vai na alma...

Eu queria Senhor ser janela
sempre aberta para o mundo
peitoril onde as aves repousariam
dos seus voos para Ti...

Eu queria Senhor que os meus olhos
fossem vidraças onde reflectida a Tua luz
iluminasse o mundo à minha volta

Eu queria Senhor ser onda
que de mansinho viesse bater na areia
trazendo a Tua voz suave que fala de um mundo melhor

Eu queria Senhor ser relva verdejante que fosse alimento para os animais do campo e assim pudesse dar vida a quem de mim se alimentasse...

Mas... Senhor... sou por vezes esta janela quebrada que não evita que entre o temporal... sou vidro opaco que não deixa passar a claridade... sou onda tumultuosa que leva tudo à sua frente... sou erva que cortada murcha e não mais serve de alimento...

suplico-Te Senhor, toma-me de novo nas tuas mãos... modela-me, faz-me de novo e assim serei de novo janela aberta de par em par de frente para o horizonte.

Alma rebelde disse...

Sorri....quando vi e li sobre o início do seu post,
"Parte mais um pouco essa janela..."

Houve um capítulo da minha vida onde relmente parti uma janela quando atirei o meu irmão contra ela,e mergulhei bem fundo depois....rsr
É preciso "partir" muitas janelas,muitas portas,atirar-nos de cabeça sobretudo àquilo que nos enche e preenche os nossos vazios e os nossos receios.
A vida é um salto para o Infinito, saibamos ter sempre os braços abertos como Jesus manteve os seus para com todos,mesmo que as nossas quedas sejam sempre desastrosas,há um local onde aí ninguém consegue partir...
Bom fim de semana

m.. disse...

Abba, meu Abba

Minha Vida,
Pertença Tua,
Meu Amor que me dás Vida!
Poderia repetir só isto o dia inteiro sem me cansar...

Amas-me tanto meu Abba... TANTO!
Oh Abbá,
meu Mar onde posso mergulhar sem perigo,
Colo onde me posso aninhar,
como se fosse o único grão de areia num areal sem fim...
Gosto tanto de me abandonar no Teu Colo...
sentir as carícias da tua Ruah
que me segredam o teu Amor por mim,
que me fazem arder o Coração,
numa Alegria desmedida, numa Paz quentinha!

Ontem adormeci com um mau feitio viste?!!!
Tchiiiiiiiiiiiiiii...acho que até conTigo resmunguei...
AHAhahahahaha que palermice!
Eu é que não tenho sossego para estar conTigo, só conTigo
e Tu e quem eu gosto tanto,
é que pagais as favas.....
E ainda acordei com ele...
Mas já passou.... voou numa bola de sabão para bem longe!
e só espero que rebente num sítio deserto,
onde não atinja ninguém!
As outras ficaram a pairar bem junto a mim,
cheias de alegria e boa disposição,
entre risos de criança...
estas são minhas, e são para dar...
Sentei-me na beira da janela, do lado de fora,
e fiquei a olhar-Te!

E fui devagarinho até Ti,
só para te ouvir só a Ti, à minha doce Ruah!

E segredei-te "Amo-Te tanto",
e pedi-Te o desejo que anda a bailar tão cá no meu íntimo
"Ensina-me a Amar-Te, ao teu jeito...
mesmo nesta vida atribulada deve haver alguma forma de
Amar-Te ao teu jeito...
Ajuda-me a descobri-la..."

hmmmmmmmmmmmmmmm


(Anawîm, obrigado... também pela mudança da música...parece que também ajudou!)