Pages

Quero muito muito que sejas feliz!...

.
.
.
.
.
.
.

.
.
.
.
.
.
.
VIVE!...

Talvez acredites que eu não te sei dizer as palavras certas... não sei mesmo!

Acredita só que quero muito que sejas feliz e que aprendas a ver o que é realmente importante, pelo que vale a pena gastares-te e "perderes-te" para ganhar esta aventura de ser tecidos na Humanidade inteira, e com ela inteira nascer.

Acredita só que, ainda que eu não te conheça, estou em profunda comunhão contigo.

Acredita só que é possível ser feliz... e que fazendo de conta que se é sem o ser, sozinh@, não nos torna felizes.
Felicidade é sinónimo de Comunhão com alguém.

Acredita só que é indigno do ser pessoa quando desejamos que todos girem à nossa volta, como se mais nada existisse no mundo do que os nossos interesses, desejos e inquietações para pacificar. Como se todos tivessem a obrigação de estar centrados em nós...
... dá o salto para fora de ti, está na hora!... Eu acredito que és capaz de o dar!

Acredita só que é na doação de ti própri@ está o segredo de uma realização pessoal sem medida... e, sem te dares conta, estás a viver o melhor de ti, numa alegria que não é fabricada. Numa alegria que tu não construiste porque a felicidade não é coisa que se consegue à força de a desejar para ti mesm@, mas à força de a desejar para outro que está fora de ti, que não és tu própri@.
O teu sorriso nasce verdadeiro quando vês o sorriso do outro, e quando fazes parte desse sorriso do outro, o teu mundo enche-se de luz.

VIVE!...

Acredita só que eu estou por aqui... sempre

2 comentários:

Mila disse...

Faz todo sentido o que dizes Anawim, TODO!!!
Quando descobrimos esta capacidade de Viver...habita em nós Força, Confiança, Optimismo,vontade de Sorrir, dançar e cantar!...

No concreto dos nossos dias,também nos aparecem obstáculos,mas os sabemos gerir com sabedoria.

Obrigada Anawim,por cada vez que te leio é um saltinho a mais que aprendo a dar.

figlo disse...

Uma vez, numa celebração de Domingo foi lançado um repto à Assembleia, pelo seu presidente: "fechar os olhos e ver um momento muito feliz na vida de cada um". Perguntados depois, se, nesse tal momento algúém estava só, todos responderam que não. Em momentos felizes todos estavam acompanhados...Engraçado que eu, nesse tal momento muito feliz não estava acompanhada mas...estava à espera de alguém e bastava-me saber que viria para já sentir esse alguém comigo e isso me fazer a pessoa mais feliz do mundo...
Na verdade ninguém é feliz fechando-se na concha ou dobrando-se sobre si como o ouriço- cacheiro...um abraço Glória