Pages









Fragmentos de poema do sufi Jalal ud-Din Rumi (poeta místico, sec.XIII).

"Pudesse a árvore vagar
e mover-se com pés e asas,
não sofreria os golpes do machado
nem a dor de ser cortada.

Não errasse o sol por toda a noite,
como poderia ser o mundo iluminado
a cada nova manhã?

Faltam-te pés para viajar?
Viaja dentro de ti mesmo,
e reflete, como a mina de rubis,
os raios de sol para fora de ti.

A viagem te conduzirá ao teu ser,
transformará o teu pó em ouro puro.

Ainda que a água salgada
faça nascer mil espécies de frutos,
abandona todo o amargor e acridez
e guia-te apenas pela doçura."



+

6 comentários:

Fora-da-lei disse...

Lindo...Lindo...tanto o poema como a imagem.
"Esforça-te para entrar na morada do tesouro que se encontra dentro de ti e asim poderás ver o céu!
De facto,uma e outra coisa são o mesmo.
Se entrares no teu interior,verás a ambas!
A escada para chegares ao reino dos céus está escondida na tua alma.
Mergulha para dentro de ti mesmo afastando-te dos teus pecados,pois assim encontrarás ali degraus pelos quais poderás ascender".
Isaac de Nínive

Sei que existes disse...

É um lindo poema!
Beijinhos

elsa nyny disse...

Anawîm!!

Está lindo o poema e diz tanto, diz tudo!

beijinhos!!!

andarilho disse...

Fiquei estarrecido!!!! maravilhoso..palavras que tocam até doer..grato eternamente andorinha do Pai...

eu,hein...? disse...

Tanto seu blog, quanto os que aqui chegam...exalam muita PAZ de CRISTO.
Permita-me recomendá-lo em outros blogs.
Um ou dois daqui do Brasil.
Muita LUZ para todos nós.

andarilho disse...

A noite ainda não me acolheu o cansaço... senti forças para escrever algo, talvez tentando dialogar com esse poeta que escreveu esses fragmentos que partilhas aqui no teu espaço... vai ao meu espaço ler e sentir o que senti ao lerte... e ora também lá por mim... a noite vai longa ainda...andorinha do Pai que sinto voares ferida...!