Pages

Palavra... Silêncio...



Tudo grita o Teu Nome...
um esfusiante passo de dança
castatas de luz
cor
… suaves e harmoniosas melodias,
serena paz e sossego,
estás Tu
nos corações onde rasgas espaços de silêncio
para habitares, montares a Tua tenda e
Te deixares estar…
nesse lugar tão Teu
onde todas as cores de mar
desaguam sempre, no Mar que És Tu….

há coisas que me deixam sem palavras…
… e este coração tem andado um pouco silencioso,
talvez por isso mesmo
não o consigo evitar!
… os extremos de crueldade e de beleza da Vida…
simplesmente calam-me

as palavras passam a ser conjuntos de linhas e pontos
vazias e ao mesmo tempo tão cheias de vida…!
Quase não as ouso tocar com os meus dedos,
pela partitura da vida,
talvez, com receio que destoem do resto da melodia
talvez porque,
penso nem haver imagens ou comparações para descrever
o que vai dentro, nessa aspiração
cheia de igual plenitude de “Palavra e Silêncio”,
como alguém tão Teu, o descobriu tão bem…


4 comentários:

ansboa@gmail.com disse...

Infinitamente belo,é escutar a música mais perfeita da Harmonia da nossa essência. É aquela em que o Silêncio mergulha na profundidade. Canta no Infintito, Toca na Plenitude.

Ni disse...

Anawim, nunca ouvi do teu coração silêncio... Sinto as palavras cheias de vida, soltas na beleza da tua música.
"Cascatas de luz
cor...
estás Tu"... em ti.

Se todo o silêncio fosse este... Se toda a palavra fosse silêncio...
Se todos fossemos poemas assim, Dele...

Com as palavras de um abraço - Força!

malu disse...

.........

.... :)

...

.

:)

Peregrino disse...

e o corpo seco e definhado de uma criança tombou nos braços da sua mãe porque nada havia mais como alimento...era o repouso ...finalmente...

sec. XX