Pages

Se pedaços de luz escurecem estrelas........


Se pedaços de luz
devagarinho vês “escurecer” as inúmeras estrelas do céu imenso
… é porque finalmente amanhece

Se a montanha
é moldada, sem a mão humana, à beira-mar,
e aqui encontras inúmeros grãos de rocha dura
… é porque há a força poderosa
da persistência, tantas vezes suave e mansa, de onda após onda

Se a árvore
cresce mais alta que tudo
… é porque abre todos os seus braços
e deixa entrar em si toda a luz que a toca
… é porque mergulha os pés na terra morta
e dela bebe a água que a faz erguer-se viva

Se a água
entra na terra e gera mais vida
tantas vezes tão longe de mares e rios
… é porque com misteriosas melodias sussurradas
as brisas e ventos a encantam e aglomeram em flocos de brancas nuvens
e em danças intermináveis fortes ou suaves, essa água em flocos se deixa cativar…
e se deixa levar até onde as brisas e ventos a quiserem levar

É que a tua vida pode ser pedaço de luz
que escureça toda a tristeza
… porque finalmente, no Amado Jesus, podes amanhecer

É que a tua vida pode ser montanha
não moldada por mão humana que oprima
… porque, em ti e através de ti,
não há força mais poderosa que a persistência da justiça do Amor
tantas vezes suave e mansa… dia após dia

É que a tua vida pode crescer mais alta que tudo
se abres todos os teus “braços”, tudo o que és
à luz da vida ressuscitada do Nazareno, luz que te toca,
… porque é como mergulhar os pés na terra morta,
de tudo o que na vida é caduco e o tempo come e mata,
e nascer de novo com a vida do homem Jesus,
bebendo dele toda a água que te faz erguer da vida que não acaba

É que a tua vida pode ser como água
que gera mais vida
se te deixares encantar pelas misteriosas melodias
sussurradas pela Ruah… Espírito Divino de tantos nomes…
… porque com Ela aprendes essa Dança que não morre,
desse Reino em que a Alegria de ser gerado filho no Filho Jesus de Nazaré,
é Alegria e Vida que não acaba
e é cada vez maior,
cada vez maior,
cada vez maior…….
...
...
...
...

7 comentários:

MILA disse...

Obrigada por esta refleção.

Miguel disse...

Estou impressionado com a tua sensibilidade musical ... mas isso seria de esperar, certo?
Bjs ... Miguel

anawîm disse...

se calhar sim, talvez seria de esperar, Miguel...
um abraço para ti
espero que esteja tudo bem contigo

Ni disse...

Anawîm... acho que deixei de saber escrever. Não tenho palavras para te agradecer por fazeres do escuro novo dia...
Mostras que a beleza não humana é o resultado dos dons do homem. Aos poucos, sem assustar, vais dizendo que a persistência, a vida e o encanto são as forças que precisamos para ser admirável paisagem activa.

Acho que no dia que Ele te cruzou no meu caminho, adivinhou todos os dias desta Alegria que me dás... Obrigada!

MILA disse...

Depois da reflexão de manhã não me canso de ouvir a música, é linda!!!
Aliás quero-lhe dar os parabéns, porque escolhe sempre boa música.

Aqui choro,riu,canto,oro, sei lá...são cantinhos do mundo onde gosto de estar, acho que estou viciada!Mas se todos os vícios fossem como estes...o mundo seria bem melhor!
Obrigada a todos vocês desta blogosfera por me ajudarem a ser um bocadinho melhor.

anawîm disse...

ó Ni...
tu é que consegues deixar-me sem palavras
acho que é mesmo isso... persistência na esperança, vida inteira vivida com a força do Amor que a torna verdadeira e intensa, e a encaminha para o seu máximo Sentido Pleno... o Amor com e no Abba
Um abraço muito apertado... forte, forte desta mesma força...

mila,
eheh... o teu Coração é uma delícia!...
Fico tão contente que te sintas bem por aqui... é o que eu mais quero, que haja alguém aqui ou ali que perto ou longe, comigo torne este Deus mais Presente...!
Abraço muito, muito grande para ti
(e olha só como eu me pus logo à vontade a tratar-te por "tu"... ehehehhehe... eu até gostava que também me tratasses assim, se não te custasse muito...)

e a ti,
sim a ti que passas em silêncio, também estou contigo e te abraço

MILA disse...

Hnnnnn! É tão reconfortante as tuas palavras!
Nada melhor para começar bem o dia!
Obrigada por ti e um grande abraço!